Author Topic: Lógica da fusão de dois grémios  (Read 2024 times)

0 Members and 1 Guest are viewing this topic.

Darina

  • Guest
Lógica da fusão de dois grémios
« on: June 30, 2010, 05:12:45 PM »
O módulo de juntar dos grémios está para ser introduzido em breve.
Existem várias regras e condições que precisam de ser mencionadas.

- Juntando-se, o ouro e os diamantes dos dois grémios também se reunem.
- Verificam-se os níveis dos edifícios e das pesquisas nas Sedes dos dois grémios. Os níveis mais altas ficam para a sua Sede comum.
- Se os dois grémios têm postos avançados numa província, os níveis também se comparam e fica o mais alto.
- Se um dos grémios possui um castelo e o outro um posto avançado numa mesma província, o castelo mantém-se.
- A administração dum dos dois grémios tem que ser bastante desenvolvida para conseguir aceitar os membros do outro grémio. (ou seja, o novo grémio não pode ter mais de 100 membros)
- A fusão realiza-se através dum voto dos membros dos dois grémios. Cada membro vota com os pontos de experiência que acumulou.
« Last Edit: June 30, 2010, 05:14:49 PM by Darina »

Darina

  • Guest
Re: Lógica da fusão de dois grémios
« Reply #1 on: July 14, 2010, 11:26:29 AM »
O bug com a multiplicação dos postos avançados já está consertado. Ou seja, se o número dos postos avançados dos dois grémios for maior do que o nível da Administração do grémio mais desenvolvido, a fusão não vai ser realizada com sucesso.
Para cumprir a condição, os grémios vão ter que aumentar o nível da Administração ou destruir os postos avançados que são a mais. Durante a votação os dois grémios não podem construir postos avançados ou atacar castelos.

« Last Edit: July 15, 2010, 05:13:28 PM by Darina »